Para aprimorar o cumprimento de pena, produtos apreendidos pela Receita Federal são entregues a reeducandas da capital

Categoria: Assistência | Publicado: quinta-feira, setembro 19, 2019 as 07:08 | Voltar

Campo Grande (MS) – Reeducandas do Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFIIZ), da capital, receberam diversos produtos provenientes de doação da Receita Federal. Cobertores, casacos, lingerie, material de higiene e kits de beleza foram entregues, nessa quarta-feira (18.9), na unidade penal.

A ação foi realizada pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), por intermédio da direção do presídio, com o intuito de atender todas as internas da unidade.

Segundo a diretora do EPFIIZ, Mari Jane Boleti Carrilho, atualmente o presídio tem sob custódia 324 mulheres e as doações foram muito importantes, principalmente para quem não recebe assistência familiar. “Algumas peças inclusive serão customizadas para uso das internas”, informou.

Sentimento de gratidão é o que resume essa entrega para a interna I.B., de 39 anos, que raramente recebe visita de familiares, por morarem em outra cidade. “Estou muito feliz, todos esses produtos vão contribuir muito para mim”, comemorou.

Já para a custodiada E.R.S.S., 41 anos, a entrega é sinônimo de solidariedade. “Eu tenho a minha visita que vem, que mora aqui na cidade, que me ajuda, mas tem muitas mulheres que não tem de onde recorrer, a maioria é de outros estados. A nossa autoestima melhora, a gente se sente valorizada, por mais que pareça algo simples, mas isso contribui muito para sairmos daqui e tentar uma vida melhor”, disse. "O que não servir para mim eu vou dividir também”, destacou.

Presente na entrega, o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, parabenizou a iniciativa da unidade penal em sempre buscar melhorias para um cumprimento de pena cada vez mais digno às reeducandas. “Essas são ações que a Agepen realiza, através de inúmeras parcerias, com o objetivo de proporcionar humanização na pena, contribuindo de forma positiva para a efetiva reintegração na sociedade dos custodiados de nosso estado”, afirmou.

Publicado por: Tatyane Oliveira Santinoni

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.