Para garantir conclusão, Governo do Estado acompanha obras dos Presídios da Gameleira

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, julho 13, 2015 as 08:38 | Voltar

Campo Grande (MS) – Para garantir a conclusão dentro do prazo, das obras dos três presídios do Complexo da Gameleira,  em Campo Grande, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) acompanha de perto o andamento das construções das unidades penais, onde estão sendo investidos R$ 52,2 milhões de reais, em recursos do Governo Federal, com contrapartida do Governo do Estado.

Nesta sexta-feira (10), o superintendente de Políticas Penitenciárias da Sejusp, Rafael Garcia Ribeiro, acompanhado do arquiteto Fábio Alex Correa e do fiscal de obras da Agesul, engenheiro Nério Ferreira de Carvalho, realizaram mais uma vistoria nos canteiros de obras dos três novos presídios. “Queremos garantir a conclusão das obras e principalmente, dentro do prazo, por isso este acompanhamento é tão importante”, destacou o arquiteto Fábio Alex.

Governo do Estado acompanha obras dos Presídios da Gameleira (14)

Juntas, as novas unidades prisionais representam um incremento de 1.613 novas vagas no sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul. Sendo um feminino com capacidade para 407 vagas e mais dois presídios masculinos com capacidade para 603 internos cada um. “Cumprindo o cronograma, devemos inaugurar já no ano que vem um presídio masculino e o feminino, disponibilizando de imediato vagas para 1.010 internos”, assegura o superintendente.

No presídio feminino os blocos de celas já foram concluídos e a obra segue agora para a fase de acabamento, enquanto outra frente de trabalhão, começa a erguer a área administrativa da unidade prisional. Na unidade masculina os muros e a fundação estão praticamente concluídos e tijolo à tijolo, os operários  erguem as paredes do presídio. O terceiro presídio, que deve ser entregue em 2017, também já está em construção.

Governo do Estado acompanha obras dos Presídios da Gameleira (8)

Os investimentos na última unidade prisional ultrapassam R$ 19,4 milhões em recursos do Ministério da Justiça, através do Departamento Penitenciário Federal, com contrapartida do Governo do Estado. Modernas, amplas e muito seguras as novas unidades penais representam um grande passo para a redução do déficit carcerário em Mato Grosso do Sul.

Mais agentes

O governador Reinaldo Azambuja já autorizou a realização de concurso público para contratar mais servidores penitenciários, visando suprir a demanda reprimida do sistema, bem como, atender os novos presídios do Complexo da Gameleira. “Para que o concurso aconteça há necessidade de alterações na legislação atual, o que já está sendo providenciado, visando dar agilidade ao processo”, explica Ailton Stropa, diretor-presidente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen).

Texto e fotos: Joelma Belchior

Publicado por: imprensaagepen

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.