Ação de conscientização em presídios garante economia de R$ 267,6 mil ao Governo com redução no consumo de água

Categoria: Exemplo | Publicado: sexta-feira, agosto 7, 2015 as 09:05 | Voltar

Campo Grande (MS) – Uma redução de 30,9% no consumo mensal de água no mês de julho. Esse foi o número apresentado pelo Presídio de Trânsito, unidade que mais economizou após o início da campanha de conscientização realizada através de uma parceria entre Secretaria de Administração e Desburocratização, Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário e a empresa Águas Guariroba.

No total, a redução de consumo foi de 15,8%, mesmo com aumento no número de presos de 4920 para 5017 no Complexo Penitenciário do Jardim Noroeste, o que corresponde a uma economia de R$ 267 mil e 626 entre os meses de maio e julho. O índice superou a meta inicial que era de 10%.

Na tarde dessa quinta-feira (6), durante a entrega simbólica da premiação alusiva ao “Dia dos Pais”, as instituições que mais conseguiram economizar, 38 bicicletas doadas pela empresa Aguas Guariroba foram entregues a detentos e diretores do Presídio de Trânsito, da Penitenciária de Segurança Máxima, do Instituto Penal de Campo Grande, Estabelecimento Penal Feminino Irmã Irma Zorzi, do Centro de Triagem, do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira. Apesar de a unidade feminina não ter participado da campanha, as bicicletas foram entregues como incentivo, já que o presídio agora também será inserido.

Ação Agepen redução Agua _ suszek

A premiação é uma das frentes adotadas na ação, que abrange, ainda, apresentações educativas e culturais aos detentos e o monitoramento constante por técnicos no serviço de abastecimento, no sentido de identificar falhas e vazamentos no sistema, para que os problemas possam ser sanados imediatamente.

O diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, lembrou que a iniciativa da campanha nasceu durante uma reunião na secretaria de administração ao comentarem o alto consumo de água nas unidades penitenciárias. “A partir daquele dia, fui me inteirar e verifiquei que nós gastávamos mais de R$ 2 milhões só com consumo de água e esgoto nas cinco unidades prisionais em Campo Grande e foi aí que resolvemos organizar essa parceria com a empresa Aguas Guariroba”, pontuou.

De acordo com o diretor da empresa Águas Guariroba, José João da Fonseca todos os investimentos da empresa são realizados pensando em médio e logo prazo e a reeducação através do consumo consciente é, sem dúvida um grande investimento para empresa fornecedora de água e responsável pelo tratamento de esgoto em Campo Grande. “Vamos trabalhar juntos para atingir a meta de 40% de redução. É possível chegar e vamos estar a disposição para ajudar no que for possível”, pontuou.

Representando o Governador Reinaldo Azambuja, o secretario de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis observou que a Agepen e Água promovem mais que parceria, promovem uma mudança cultural. “Estão aqui gestores que tomaram conhecimento de um problema na minha sala, saíram de lá e colocaram para funcionar. Está aqui um empresário que vende um produto, mas que não está só preocupado só com o ganho fácil. Estão aqui funcionários e reeducandos que se mobilizaram para garantir o resultado. É um momento muito feliz de um governo que pregou a mudança. Porque essa mudança tem que chegar efetivamente na vida das pessoas, e quando vejo um resultado tão rápido.

Novas entregas de prêmios estão programadas para o Dia das Crianças e Natal. Cada diretor de unidade penal ficou responsável por traçar estratégias junto aos internos.  

Com informações de Rejane Monteiro – Comunicação SAD

Fotos: Keila Oliveira.

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.