No mesmo dia, agentes impedem fuga de detentos e entrada de drogas e celular no Centro Penal da Gameleira

Categoria: Segurança Pública | Publicado: quinta-feira, setembro 24, 2015 as 14:08 | Voltar

Campo Grande (MS) – Agentes penitenciários que atuam no Centro Penal Agroindustrial da Gameleira, presídio masculino de regime semiaberto da Capital, conseguiram frustrar a evasão de três detentos nessa quarta-feira (23).

Os internos eram do pavilhão D, local onde ficam custodiados recém progredidos do regime fechado e que ainda não saem da unidade. Os três aproveitaram o horário de banho de sol para pular os alambrados da unidade, mas foram vistos pelos servidores e interceptados logo em seguida.

De acordo com o diretor do CPAIG, Tarley Cândido Barbosa, com o impedimento da evasão, os demais custodiados do pavilhão D se negaram a ser recolhidos para as celas. Segundo o dirigente, muitos detentos utilizaram palavras de ordem para que os demais não obedecessem os agentes, no sentido de subverter a disciplina, mas a situação foi rapidamente controlada e os líderes do movimento identificados e isolados, assim como os que tentaram empreender fuga.

De acordo com o diretor de Operações da Agepen, Reginaldo Régis, , 16 internos envolvidos na situação foram regredidos de regime pelo judiciário e transferidos pela agência penitenciária para o Presídio de Segurança Máxima da Capital.

Já no final da tarde, por volta das 17 horas, os servidores penitenciários também obtiveram êxito em impedir que o interno Carlos Wellington Avelar dos Santos adentrasse ao Centro Penal da Gameleira com dois tabletes de maconha e um celular quando ele retornava do trabalho para o pernoite.

Ao realizarem a revista corporal no detento, os agentes penitenciários localizaram a droga e o equipamento proibido escondidos nas botas que Carlos calçava. Devido à falta e ao crime cometidos, Carlos foi regredido para o regime fechado.

Para o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, ações rápidas e efetivas como as realizadas pelos agentes que atuam no semiaberto de Campo Grande demonstram o empenho e a coragem para realizarem bons trabalhos em prol da segurança da população.

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.