Agepen amplia quantidade de armas para reforçar vigilância externa, escolta e custódia hospitalar de detentos em Dourados

Categoria: Segurança Pública | Publicado: sexta-feira, fevereiro 18, 2022 as 15:13 | Voltar

A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) iniciou a distribuição das 200 pistolas .40 repassadas, recentemente, pela Polícia Militar. A primeira unidade contemplada, com parte das armas, foi a Penitenciária Estadual de Dourados (PED), com entrega realizada esta semana.

As pistolas são da fabricante nacional Imbel, modelos MD5 e MD7, e serão utilizadas pelos servidores penitenciários em serviços de guarda externa da muralha, escolta de detentos e custódia hospitalar.

Coordenada pela Diretoria de Operações da Agepen, a primeira etapa de distribuição contou com o apoio do Comando de Operações Penitenciárias (COPE), que realizou o transporte das armas da capital para Dourados.

A entrega em Dourados representa o início da distribuição das armas, que reforçam os trabalhos já desenvolvidos nas unidades penais.

De acordo com o diretor de Operações, Acir Rodrigues, além de mais que dobrar a quantidade de armas disponível para o efetivo de Dourados, o novo armamento irá substituir as pistolas Tauros modelos PT 840 que vinham sendo usadas. “Com isso, estamos padronizando o uso desse modelo de arma aqui em Dourados”, explicou, durante a entrega ao diretor da PED, Antônio José dos Santos.

CAVE

Além do novo armamento, os trabalhos de vigilância das muralhas, escolta e custódia hospitalar serão reforçados com o treinamento de servidores em mais uma edição do Curso de Armamento e Tiro, Vigilância e Escolta (CAVE) na cidade, programado para abril.

Escolta de saúde realizada por servidores de carreira.

O curso será voltado, principalmente, para os servidores da área de Segurança e Custódia que ingressaram este ano na carreira penitenciária e foram destinados a atuar em Dourados.

Com a nova capacitação, será possível que todos estes trabalhos sejam executados exclusivamente pela equipe da PED, retornando os servidores do COPE, que estão atuando na vigilância de muralhas provisoriamente, para as ações de responsabilidade do comando, que representa força de reação da Agepen.

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.