Agepen dobra altura do muro do presídio de Caarapó para reforço na segurança

Categoria: Infraestrutura | Publicado: terça-feira, julho 7, 2020 as 09:38 | Voltar

Caarapó (MS) - Para garantir a melhoria no desenvolvimento dos serviços prestados, um muro de 4 metros de altura foi construído pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) no Estabelecimento Penal Masculino de Regime Fechado de Caarapó.

O antigo muro da unidade, que antes funcionava como cadeia pública da Polícia Civil, possuía 1,70 metro de altura, e em partes era composto por alambrados, o que comprometia a rotina de segurança nos trabalhos desenvolvidos.

As obras foram executadas com materiais fornecidos pelo Governo do Estado, por meio da Agepen, com utilização da mão de obra de custodiados, que receberam remição de um dia na pena a cada três de serviços prestados.

A construção do muro também contou com apoio do Poder Judiciário, Prefeitura Municipal, Ministério Público, Sindicato Rural e o Conselho da Comunidade, além do apoio da sociedade de Caarapó.

"A obra é de extrema importância para garantir melhorias no controle do ambiente e contribuir nos trabalhos desenvolvidos pelos servidores penitenciários", destaca o diretor da unidade penal, João José Rauber.

Já o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, reforça que as adequações estruturais são necessárias para a implementação de ações de segurança, assistência e reintegração social. “Essa construção é um projeto que pretendíamos realizar desde que a Agepen assumiu esse presídio e agora estamos vendo materializada, graças ao empenho da direção da unidade e sua equipe de servidores", agradeceu.

Outras obras

Além do muro, o presídio ganhou mais um alojamento, com capacidade para oito internos e foi ampliada a entrada do local e instalado de lavatório para prevenção à Covid-19.

Entrada do local foi ampliada, com a instalação também de lavatório para prevenção à Covid-19.

Outra novidade é a adaptação do espaço e instalação de um escâner corporal para ser utilizado nas revistas de pessoas que adentram o estabelecimento prisional. A Agepen destinou um equipamento do tipo para ser usado na unidade penal.

Novo escâner corporal instalado na unidade.

O aparelho possibilita uma inspeção mais eficaz, pois é concebido com tecnologia de ponta e baixa dose de raios-x, gastando apenas sete segundos para realizar a inspeção. É capaz de detectar diferentes tipos de objetos, como líquidos, explosivos, drogas, fios metálicos e plásticos, mesmo que introduzidos ao corpo.

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.