Agepen quer intensificar fabricação de cadeiras de rodas com bicicletas

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, fevereiro 5, 2016 as 15:30 | Voltar

Campo Grande (MS) - A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen - MS), vai utilizar com mais intensidade a Lei Estadual nº 4.095, de 13 de outubro de 2011, de autoria dos Deputados Estaduais Zé Teixeira e Marquinhos Trad, que permite a utilização de bicicletas apreendidas em delegacias de polícia para a fabricação de cadeiras de rodas.

Nesta semana, o Diretor Presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, foi consultado pelo Deputado Estadual Zé Teixeira sobre quais iniciativas já existem nos presídios do Estado, sendo informado que há projeto em andamento na unidade de Corumbá e projetos em desenvolvimento nas unidades de Jardim e Paranaíba.

Para o Deputado Zé Teixeira, esses projetos precisam ser ampliados imediatamente, alcançando outras unidades e ele se prontificou a intermediar ações entre a Agepen e órgãos do Governo Estadual, inclusive com a participação da Primeira Dama do Estado, Fátima Azambuja, para vencer todas as barreiras e possibilitar que haja fabricação de cadeiras de rodas em quantidade suficiente para atender a demanda de todas as cidades de Mato Grosso do Sul.

Para Stropa, as bicicletas existem e são disponibilizadas através da lei e a mão de obra prisional permite que sua transformação em cadeiras de roda ocorra. A grande dificuldade, segundo o Diretor, é conseguir os barracões de trabalho e os maquinários para a instalação das fábricas.
Segundo Gilson Martins, Diretor de Assistência Penitenciária da autarquia, é objetivo do sistema ampliar ao máximo os postos de trabalho, principalmente no regime fechado e “a fabricação de cadeiras de rodas é um excelente começo para que vençamos esse desafio”, disse.
Iniciativa e visita

Na tarde de hoje, 05 de fevereiro, o Diretor Presidente da Agepen recebeu a visita ilustre da Dra. Christiane Grossi de Araujo Rocha, titular da 6ª Delegacia de Polícia da Capital.

Preocupada com o acúmulo de mais de 50 bicicletas em uma das dependências da Delegacia que dirige, a Doutora Christiane quer fazer uso da lei e doá-las para a Agepen.

Para ela, tais bicicletas serão bem mais úteis se transformadas em cadeiras de rodas e a desocupação do local onde hoje se encontram evitará, também, a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

Gilson Martins, Diretor de Assistência Penitenciária da autarquia, se prontificou a receber e encaminhar as bicicletas para serem trabalhadas em uma de nossas unidades.

Publicado por: imprensaagepen

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.