Além do impacto ambiental, detentos transformam pneus em peças lúdicas e proporcionam mais aprendizado às crianças

Categoria: Arte com Pneus | Publicado: terça-feira, agosto 24, 2021 as 14:35 | Voltar

Diferentes cores, formatos e funcionalidades, pneus em desuso se transformam em importantes ferramentas de interação infantil. A mão de obra prisional tem contribuído no aprendizado lúdico e novas experiências na arte de brincar de crianças da rede pública de ensino. Neste mês, foi montado um parque na Escola Municipal Nicolau Fragelli, no Bairro São Francisco, na capital.

Com início em 2017, o projeto “Arte com Pneus” transforma pneus em opções de recreação e aprendizado aos alunos, unindo a sustentabilidade em prol da educação infantil. A previsão é de uma nova entrega no final do mês para a escola Hilda de Souza Ferreira, no Bairro Coophatrabalho.

Confeccionados por internos do Estabelecimento Penal "Jair Ferreira de Carvalho", na capital, as peças são instaladas por custodiados em regime semiaberto do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira.

O trabalho é realizado pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), e foi idealizado pelo agente penitenciário Vinícius Saraiva e o técnico da Semed, Felipe Augusto da Costa.

A Escola Municipal Nicolau Fragelli, no bairro São Francisco foi contemplada com a instalação; a previsão é de entregar mais um parque no final do mês.

Dando continuidade à comemoração do aniversário de Campo Grande, as entregas representam mais alegria e diversão às crianças. Durante a inauguração, o prefeito Marquinhos Trad destacou a importância de ter um espaço de lazer ao mesmo tempo que alia conhecimento e aprendizado.

“Esses parquinhos não proporcionam somente diversão às nossas crianças, as peças de pneus também são educativas, ensinam cores, formas, trabalham a coordenação motora e até a percepção de reutilizar certos materiais para criar objetos que possam ser úteis de outras formas”, afirmou o prefeito.

As peças proporcionam mais aprendizado e diversão às crianças.

As peças têm diversas funções pedagógicas e atendem desde o desenvolvimento da coordenação motora até aprendizado de cores. Ao todo, serão entregues para cada unidade escolar sete tipos de brinquedos diferentes – triângulo, triciclo, quadriciclo, centopeia e circuito psicomotor.

Além da ocupação produtiva aos reeducandos, a confecção garante remição de um dia na pena a cada três de serviços prestados, conforme estabelece a Lei de Execução Penal.

Para a secretária Municipal de Educação, profª. Elza Fernandes, é um trabalho muito importante, um projeto não apenas relacionado a montar o parquinho e confeccionar os brinquedos. “Proporciona trabalho aos detentos envolvidos e também um ambiente escolar mais agradável e preparado. Com certeza é uma conquista para todos”, afirma a secretária.

Também participaram da entrega chefe da Divisão de Trabalho prisional, Elaine Cecci; a gerente da Educação Infantil da Superintendência de Gestão das Políticas Educacionais (Suped), Izabel Corrêa; e o vereador Prof. Riverton.

 

Publicado por: Tatyane Oliveira Santinoni

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.