Capacitação visa auxiliar profissionais da segurança pública na localização de pessoas desaparecidas

Categoria: Capacitação | Publicado: quarta-feira, maio 26, 2021 as 08:50 | Voltar

O Ministério da Justiça e Segurança Pública disponibilizou, nessa terça-feira (25), o curso “Técnicas de Localização de Pessoas Desaparecidas”. O material já está disponível para todos os profissionais do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) na plataforma de Ensino à Distância da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Rede EaD-Segen).

O objetivo do curso é capacitar os agentes para o enfrentamento ao desaparecimento de pessoas, de forma técnica, organizada e colaborativa.

Essa é mais uma entrega do Ministério da Justiça e Segurança Pública no âmbito da Política Nacional de Busca de Pessoas Desaparecidas.

“Em muitos casos os profissionais de segurança pública são os primeiros a terem contato com familiares de desaparecidos. É fundamental que estejam capacitados sobre o tema para acolher, orientar os familiares e trabalhar no processo de localização dessas pessoas”, afirma o ministro da Justiça e segurança Pública, Anderson Torres.

Este é o décimo curso disponibilizado pelo Ministério aos profissionais de segurança pública somente este ano. A plataforma EaD-Segen já conta com 75 cursos.

Nesse sentido, a Segen tem entre suas atribuições a de promover o ensino e a capacitação dos profissionais de segurança pública em diversas temáticas: investigação, busca e localização de pessoas desaparecidas; e identificação de pessoas vivas ou mortas não identificadas, entre outras.

Sobre o curso

O curso foi lançado no Dia Internacional das Crianças Desaparecidas - 25 de maio. Oferecido em três módulos e com carga-horária de 20 horas/aula, o novo curso de Ensino a Distância (EaD) abordará os temas: Introdução ao tema Pessoas Desaparecidas; Ferramentas e Estruturas de Apoio à Localização de Pessoas Desaparecidas; e Desaparecimento: do histórico de caso às diligências.

Ao final do curso, os discentes serão capazes de reconhecer um caso de desaparecido; identificar a importância do tema, suas repercussões e os motivos mais comuns de desaparecimento de pessoas; conhecer as legislações pertinentes; descrever a estrutura mínima para implantação de um Núcleo de Localização de Desaparecidos (NLD) e as entidades de uma rede de contatos úteis para as atividades de localização de desaparecidos; identificar os mecanismos de comunicação, trocas de informações e fontes de consulta para coleta de informações úteis; citar um método para elaboração de histórico de caso; e identificar os ciclos de amizades e contatos do desaparecido que podem auxiliar nas possíveis diligências no processo de localização de pessoas.

Os interessados em participar da capacitação devem, primeiramente, se cadastrar na plataforma Sinesp (Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública) para, em seguida, acessar a Rede EaD-Segen para realizar a inscrição. Para quem já é cadastrado no sistema, basta entrar no portal com login e senha. As inscrições estão abertas e irão durar enquanto o curso constar na plataforma.

Acesse o curso aqui

Publicado por: Tatyane Oliveira Santinoni

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.