Celebração de missa e presença do Santíssimo Sacramento fortalecem a fé e esperança de reeducandas da capital

Categoria: Assistência Religiosa | Publicado: terça-feira, junho 25, 2019 as 07:09 | Voltar

Campo Grande (MS) – A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), por meio da Diretoria de Assistência Penitenciária, assegura assistência religiosa a todos os internos de Mato Grosso do Sul. Atualmente, 15 instituições religiosas realizam trabalhos voluntários nos presídios da capital e interior.

No Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFFIZ), em Campo Grande, é realizado um calendário semanal com a presença das denominações religiosas, sendo a participação voluntária de acordo com opção de participação das detentas.

Neste mês, as internas do EPFIIZ participaram de uma missa em ação de graças com o padre Hernanni Pereira da Silva, do estado do Maranhão, e receberam a visita do ‘Jesus Sacramentado’, símbolo católico, trazido pela Pastoral Carcerária juntamente com o padre Neif Damião Lescani.

No último dia 11, um grupo de missionários católicos coordenados pelo padre Hernanni, com o apoio dos agentes religiosos da Arquidiocese de Campo Grande, celebraram uma missa com as reeducandas. A celebração teve como foco transmitir a mensagem de que Deus é a Luz de nossas vidas.

Padre Hernanni percorreu o pavilhão.

“Mesmo ao estar no ambiente prisional, passando por provações e dificuldades, tomem posse desta Luz divina, Deus está perto de você. Diante das adversidades, podemos pensar que Deus nos abandonou, mas é exatamente o contrário: Deus nunca nos abandona”, destacou o sacerdote.

Após a missa, Hernanni abençoou as reeducandas e percorreu o pavilhão e todos os setores do presídio, abençoando as instalações, internas e servidores, com aspersão de água benta.

Para os católicos, a adoração é a primeira atitude do homem que se reconhece criatura diante de seu Criador. Pensando nisso, a pastoral carcerária juntamente com o padre Neif Damião Lescani promoveram a visita do Jesus Sacramentado no EPFIIZ, no dia 19 de junho.

“O Santíssimo Sacramento exalta a grandeza do Senhor que nos fez e à onipotência do Salvador que nos liberta do mal. Deus quer que cada um se apresente diante d’Ele de forma honesta e sincera como se encontra para adorá-lo”, explicou o padre Neif.

Cada pessoa, em diversas situações e condições, pode se colocar de formas diferentes diante de Jesus Eucarístico: em alguns momentos, a atitude é de adoração e contemplação; em outros, de súplica ou pedidos para a própria pessoa ou por outras; ou ainda em agradecimento por uma graça alcançada; pedido de perdão; ou momentos de repouso e descanso no Senhor.

O Santíssimo Sacramento também percorreu todos os alojamentos e os vários setores da unidade penal.

Segundo a diretora do EPFIIZ, Mari Jane Boleti Carrilho, as celebrações são realizadas regularmente na unidade penal, assim como outras ações religiosas e assistenciais, proporcionando mais espiritualidade às internas e, consequentemente, um cumprimento de pena mais efetivo e humanizado.

Os eventos contaram com o apoio da direção do EPFIIZ e tiveram a participação das agentes religiosas Maria do Rocio Souza de Oliveira, Maria Eugenia Silva Garces, Leidiana Pereira da Silva, Mariany Cruz Sá, Maria Salete Nunes de Souza, Silvia Jorge Coelho de Carvalho, Zilda Maria Galvão, Cleonice Silva Queiroz, Jucelia Fabiola Argenton e João Augusto da Silva.

Colaborou agente Lileia Souza Leite, do EPFIIZ.

Publicado por: Tatyane Oliveira Santinoni

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.