Com apoio da tecnologia, servidores do EPFIIZ interceptam entorpecentes durante vistoria corporal

Categoria: Sistema Penitenciário | Publicado: quarta-feira, julho 21, 2021 as 09:09 | Voltar

O trabalho atento de vistoria realizado por servidores da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) contribuíram na interceptação de materiais ilícitos na portaria do Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFIIZ), na capital.

O flagrante aconteceu no início da manhã desta quarta-feira (21.7), por volta das 06h, e os produtos foram apreendidos em posse de uma funcionária de empresa terceirizada que atua dentro da unidade penal. Ao todo, foram apreendidos quatro pacotes de entorpecentes, dentre eles, substância análoga à maconha e cocaína.

Os materiais foram descobertos durante vistoria de rotina, no aparelho de Body Scan, que realiza uma vistoria corporal bem detalhada de todos que adentram o presídio.

Antes de entrar no aparelho, a funcionária tentou esconder um dos pacotes ao lado do equipamento, e os servidores visualizaram a tentativa de ocultação pelo sistema de videomonitoramento da unidade. Em seguida, a equipe plantonista abordou a funcionária que confessou estar escondendo em sua roupa mais três pacotes de entorpecentes.

A Polícia Militar foi acionada e a mulher foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento e demais providências cabíveis.

O material foi encaminhado à Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), da Polícia Civil, para averiguação, pesagem e procedimentos necessários.

Publicado por: Tatyane Oliveira Santinoni

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.