Com trabalho intensivo, Agepen conclui mais um Curso de Armamento e Tiro, Vigilância e Escolta

Categoria: Capacitação | Publicado: sexta-feira, maio 28, 2021 as 14:52 | Voltar

Mais 43 servidores da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) finalizaram, nesta-sexta-feira (28.5), o Curso de Armamento e Tiro, Vigilância e Escolta (CAVE), realizado em Campo Grande. A capacitação envolveu avaliação psicológica e cinco dias intensos de treinamento.

Com carga horária de 40 horas aula, foram abordadas técnicas de algemação, manuseio de armas de fogo, escolta a pé e embarcado, vigilância de muralhas e torres, guarda interna e externa, abordagem policial, como se portar em serviço, entre outros temas.

Ronaldo destaca a relevância de qualificações como essa.

Lotado no Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi”, na capital, o servidor Ronaldo Santos de Sá, se sente ainda mais preparado para exercer suas funções, priorizando a segurança e responsabilidade.

“Com o curso pude perceber que todo procedimento padrão é realizado para garantir a minha segurança, de toda a equipe envolvida, da unidade penal e do preso que está sob minha custódia”, revela, informando que o curso é ministrado com um alto nível de conhecimento técnico e experiência dos instrutores, que ensinam desde o manuseio básico de arma de fogo aos procedimentos mais complexos.

Ministrada por integrantes do Comando de Operações Penitenciárias (COPE), a qualificação é organizada pela Escola Penitenciária (Espen), e conta com o apoio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), por meio da Penitenciária Federal de Campo Grande.

O corpo docente do curso envolve nove servidores da Agepen, integrantes do COPE, altamente capacitados, além de um servidor do Corpo de Bombeiros Militar, subtenente A. Silva.

Conforme o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, o objetivo é capacitar todos os servidores penitenciários, de forma a prepará-los para o desenvolvimento das funções inerentes à carreira. “Os servidores contemplados com o curso estão sendo convocados pela Diretoria de Operações para atender as demandas necessárias”, explica o dirigente.

Esta representa a VII edição do Curso de Armamento e Tiro, Vigilância e Escolta (CAVE), já tendo sido realizada, além da capital, nas cidades de Dourados, Naviraí e Três Lagoas.

Publicado por: Tatyane Oliveira Santinoni

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.