De 23 a 27 de novembro, 3ª Feira do Artesão Livre vai reunir no Fórum artesanatos feitos em presídios

Categoria: Exposição de Natal | Publicado: segunda-feira, agosto 10, 2015 as 10:52 | Voltar

Campo Grande (MS) – A 3ª Feira do Artesão Livre está programada para acontecer de 23 a 27 de novembro deste ano, tendo como tema central as festividades de Natal. A feira acontece por meio de uma parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen); Poder Judiciário; Ministério Público e Conselho da Comunidade da Capital.

O diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, participou, na última semana, de reunião com a promotora da 50ª Promotoria de Justiça, Jískia Sandrin Trentin, uma das principais incentivadoras do evento, e com representantes de unidades prisionais da Capital para definirem a realização da exposição.

A exposição reunirá peças exclusivas, entre tapetes, esculturas, quadros etc., confeccionadas por detentos do Instituto Penal de Campo Grande (IPCG), Presídio de Segurança Máxima(EPJFC), Centro de Triagem (CT), Presídio de Trânsito (Ptran) e Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFIIZ).

A ação tem como objetivo divulgar o trabalho artesanal produzido no interior das unidades penais de regime fechado de Campo Grande, bem como a sua sequente comercialização, valorizando o esforço da pessoa encarcerada em sua recuperação para o retorno ao convívio social. Toda a renda dos trabalhos será revertida ao próprio custodiado e à sua família.

Durante o encontro, ficou definido que as peças serão voltadas, principalmente, a temas natalinos. Uma das novidades nesta terceira edição da feira é que os organizadores irão disponibilizar máquina para que as vendas ocorram também no cartão.

Também participaram do encontro o diretor de Assistência Penitenciária da Agepen, Gilson de Assis Martins; a chefe da Divisão de Educação, Elaine Arima Xavier Castro; o diretor do EPJFC, João Bosco Correia; a diretora do EPFIIZ, Mari Jane Boleti Carrilho; o diretor do Presídio Ptran, Claudiomar Suzeck; o diretor do CT, Alírio Francisco do Carmo; a representante do Setor de Qualificação da Fundação Social do Trabalho de Campo Grande (Funsat), Alessandra Delmondes; a representante do Conselho da Comunidade, Thayana Santini; e os agentes penitenciários responsáveis pelos setores de trabalhos dos presídios: Joseni de Souza Bezerra (IPCG); Michele Fruhauf (EPFIIZ); Adoventino Barbosa da Silva (CT); Edson Sobrinho e Elaine Cristina Cecci (Ptran)e Flávio Rodrigues Marques (EPJFC).

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.