Detentos do semiaberto de Três Lagoas iniciam serviços de limpeza e manutenção em Unei

Categoria: Ressocialização | Publicado: terça-feira, julho 19, 2016 as 14:28 | Voltar

Campo Grande (MS) – Dez internos do Centro Penal Industrial Paracelso de Lima Vieira Jesus (CPITL), unidade masculina de regime semiaberto de Três Lagoas, iniciaram nesta terça-feira (19), os serviços de limpeza e manutenção do novo prédio da Unidade Educacional de Internação (Unei) Tia Aurora. O trabalho faz parte de uma parceria entre a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) – por meio da Superintendência de Assistência Socioeducativa (SAS) e da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) – e o Poder Judiciário, que autorizou a liberação dos internos para executarem os serviços.

O novo prédio da Unei Tia Aurora tem capacidade para 70 vagas e foi inaugurado no final de 2014, mas, por questões estruturais e por falta de efetivo, ainda não ativado, necessitando de serviços de manutenção, como a retirada do mato interna e externamente, bem como a limpeza geral do prédio.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Conforme o diretor do CPITL, José Antônio Garcia Sales, que está coordenando os trabalhos, em conjunto com a direção da Unei, a previsão é que eles sejam concluídos dentro de 10 a 15 dias. “Estamos empenhados em fazer com que esse prazo seja cumprido”, informa. Segundo o dirigente, pelos serviços prestados, os reeducandos garantem remição de um dia de pena a cada três trabalhados.

Segundo o diretor da unidade de internação, Marcelo Tabone, a intenção é que os reeducandos do semiaberto atuem também em serviços de reformas do espaço, assim que o processo de licitação para a compra de materiais seja concluído, a exemplo do trabalho realizado no final do ano passado no prédio alugado onde funciona a estrutura da Unei atualmente, que recebeu reparo nas grades, portas, sistema hidráulico e elétrico, bem como pintura das paredes.

A perspectiva do Governo, destaca Tabone, é que até o final deste ano o novo prédio seja colocado em funcionamento, o que ocorrerá de forma gradativa, conforme as condições.

Para o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, o trabalho conjunto entre as instituições da Sejusp, com o apoio do judiciário, demonstra que todos estão empenhados para a conquista de um sistema mais eficaz e humanizado. “Estamos trabalhando para que a SAS consiga ativar essa unidade e proporcionar mais dignidades aos menores infratores, e, ao mesmo tempo, estamos proporcionando ocupação laboral a nossos custodiados que, através do trabalho digno e necessário para toda a população, estão conquistando a diminuição do tempo de prisão a ser cumprido”, destaca.

Os trabalhos de manutenção e limpeza na nova Unei  contam com o apoio do Conselho da Comunidade de Três Lagoas e da empresa Ceplan, que emprestou os maquinários utilizados.

 

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.