Para aprimorar técnicas, servidores da Agepen realizam treinamento de Operações Especiais Prisionais em São Paulo

Categoria: Capacitação, Sistema Penitenciário | Publicado: sexta-feira, julho 30, 2021 as 10:48 | Voltar

Representando Mato Grosso do Sul, servidores da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) participam de Treinamento de Operações Especiais Prisionais, ofertado pela Team Six Brasil, na cidade de Avaré, em São Paulo.

Nove servidores da Agepen/MS estão participando do treinamento.

Ao todo, nove agentes penitenciários, da área de Segurança e Custódia, estão se capacitando em um dos maiores cursos táticos prisionais da América Latina.

Além disso, a servidora Dilma Colman, integrante do Comando de Operações Penitenciárias (base do Cope em Dourados), que já foi aluna em outras edições, está oferecendo suporte durante as aulas. A direção da Agepen e o Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária (Sinsap/MS) contribuíram com o apoio logístico.

Com 11 dias intensos de curso, entre os dias 21 a 31 de julho, também estão participando servidores da área de segurança pública de outros 15 estados do Brasil e do exterior.

Dentre as técnicas abordadas estão Gerenciamento de Crises e Negociação de Reféns; Condutas de Patrulha; Retenção e Contra Retenção de Armas com Atendimento Pré-Hospitalar Tático; Escolta Prisional; Atendimento envolvendo Ocorrência com Explosivos; Intervenção Prisional; entre outros.

Participando da capacitação pela segunda vez, a servidora Laureci Finger Roberto, destaca a qualidade dos ensinamentos e a interação com outros operadores do sistema de todo o país. “São instrutores gabaritados com alto grau de experiência que conhecem a realidade do sistema penitenciário, sem contar a oportunidade ímpar de conhecer e interagir com todos os irmãos de farda em um só lugar”, afirma.

Atuando na Penitenciária Estadual de Dourados (PED), o servidor Vanderley Rufino de Souza Junior, garante que as técnicas aprimoradas contribuirão para a rotina de trabalho. “Superou minhas expectativas, vai contribuir muito profissionalmente, é um curso com nível de excelência”, ressalta.

Com 126 horas no sistema de imersão, o curso conta com instrutores qualificados e com ampla experiência em táticas prisionais e operacionais nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro; dentre eles, Getúlio Álvaro Bonifácio, Johnny Mascarenhas, Marco Antônio Dib, Robson José Pereira Ribeiro (Terror) e Vinícius Carvalho da Silva.

O curso de Operações Especiais Prisionais contou com servidores da segurança pública de 15 estados do país e do exterior.

Publicado por: Tatyane Oliveira Santinoni

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.