Pesquisa Nacional sobre a Valorização do Profissional de Segurança Pública foi prorrogada, menos de 10% da Agepen respondeu até o momento

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, novembro 5, 2021 as 08:58 | Voltar

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) prorrogou até o dia 30 de novembro a maior Pesquisa Nacional sobre a Valorização do Profissional de Segurança Pública. Um novo relatório do balanço de adesão dos profissionais foi divulgado pela Universidade de Brasília (UnB). A pesquisa faz parte do Programa Nacional de Qualidade de Vida para Profissionais de Segurança Pública - Pró-Vida.

O resultado deste levantamento, que envolve também outras forças de segurança, subsidiará o desenvolvimento de políticas públicas e orientação na aplicação de investimentos na área, sendo importante que um maior número possível de profissionais participe.

Segundo a Secretaria Nacional de Segurança Pública, foram enviados 1.368 e-mails aos servidores da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul (Agepen/MS); destes, somente 128 profissionais responderam o questionário completamente e outros 58 iniciaram (4,23%), mas ainda não concluíram as respostas. Entre o Corpo de Bombeiros Militar do Estado, por exemplo, o índice de resposta completas está em 17,9%.

“Neste momento de transição e de construção da identidade de Polícia Penal, é de suma importância que os integrantes da Agepen respondam completamente o questionário, pois esta é uma oportunidade ímpar de sermos vistos e ouvidos enquanto categoria sobre nossas necessidades, por aqueles que desenvolvem as políticas públicas”, destaca a servidora penitenciária Mônica Renata Dantas Mendonça, que atua na Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, e está designada como ponto focal da pesquisa aqui no estado .

Além do diagnóstico, a pesquisa apontará intervenções que possibilitarão a construção de indicadores, que, posteriormente, serão utilizados como norteadores na elaboração de políticas públicas mais efetivas e que poderão atender os anseios da Polícia Penal.

“A criação de políticas, programas ou projetos dependem de um diagnóstico preciso, e ninguém melhor do que o próprio servidor, que conhece a realidade diária dos corredores de nossas instituições penais, para fornecer informações referentes à sua saúde, segurança, valorização e qualidade de vida”, ressalta Mônica.

Quem ainda não respondeu, só precisa acessar o e-mail institucional e localizar a pesquisa.  Quem não identificar o e-mail da Senasp na caixa de entrada deve verificar no "lixo eletrônico/spam". O e-mail do remetente é: pesquisa.senasp@mj.gov.br.

Em um processo totalmente sigiloso, os dados serão tratados coletivamente, diretamente pela SENASP e nenhuma informação pessoal será compartilhada.

As informações coletadas vão fomentar as ações do Programa Nacional de Qualidade de Vida para Profissionais de Segurança Pública e Defesa Social (Pró-Vida). Com a Lei nº 13.675/2018, o programa passou a fazer parte dos meios e instrumentos para a implementação da Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social.

Participe e ajude a fazer uma Segurança Pública mais forte em nosso país!

Acesse o site e fique por dentro de todas as ações do Pró-Vida: www.gov.br/mj/provida

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.