Projeto da Agepen que transforma pneus em parques foi destaque em seminário sobre sustentabilidade

Categoria: Arte com Pneus | Publicado: segunda-feira, outubro 29, 2018 as 15:04 | Voltar

Campo Grande (MS) – O projeto Arte com Pneus que já ajudou a retirar do meio ambiente mais de 600 pneus inservíveis, os transformando em parques de diversão para centros de educação infantil, foi um dos destaques do II Seminário Sul-mato-grossense de Gestão Socioambiental do Poder Judiciário, realizado no último dia 10. O evento é considerado um dos mais importantes na área ambiental do Estado.

Desenvolvido pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, o programa consiste em resgatar pneus descartados no meio ambiente e usar a mão de obra prisional para dar forma à matéria-prima, confeccionando brinquedos. Até o momento 10 parques infantis já foram instalados, sendo dois em escolas municipais e oito em centros educacionais infantis.

Classificado pelos organizadores do seminário como “um trabalho incrível prestado à sociedade e ao meio ambiente”, o projeto foi apresentado por um de seus idealizadores o agente penitenciário Vinícius Saraiva de Oliveira.

“Por ano, vinte e dois milhões de pneus são trocados no país e 48% deles podem retornar ao mercado para serem ainda utilizados nos veículos ou submetidos a algum tipo de reforma, que é o que fazemos: ajudamos o meio ambiente, os apenados e deixamos sorrisos no rosto das crianças”, explanou Vinícius.

Todos os palestrantes abordaram, em suas falas, a necessidade de se mudar hábitos em prol da sustentabilidade. Exemplificando ações habituais arraigadas na memória social de cada cidadão, os quatro deixaram claro: é preciso mudar urgentemente a fim de evitar um prejuízo irreversível ao meio ambiente.

Na abertura, o diretor geral da Escola Judicial (Ejud/MS), Des. Júlio Roberto Siqueira Cardoso, agradeceu aos que empenharam tempo para ampliar seus conhecimentos, destacando que os participantes são pessoas engajadas com o tema. Ele ressaltou que os palestrantes são quatro expoentes na questão de sustentabilidade em termos jurídicos e judiciais do Brasil.

Com informações do TJMS.

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.