Saúde mental é foco de ações desenvolvidas na penitenciária de Naviraí

Categoria: Saúde Prisional | Publicado: quinta-feira, janeiro 12, 2023 as 16:53 | Voltar

A Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí (PSMN) aderiu à campanha nacional “Janeiro Branco”, que busca chamar a atenção para o tema da saúde mental na vida das pessoas. No local, estão sendo realizadas palestras sobre o tema com os detentos.

Promovida pelo Setor Psicossocial, a iniciativa teve início nesta quinta-feira (12.12) e visa atingir todos os custodiados, orientando sobre a conscientização da importância de prevenir os danos emocionais que podem refletir na saúde.

Após cada palestra, os participantes estão recebendo um panfleto com a pergunta “Como você está se sentindo? ”; cuja intenção, segundo o diretor da penitenciária, Jonas dos Santos Ferreira, é entender as dificuldades emocionais de cada interno, tendo como proposta a intervenção necessária nos casos mais graves. "Uma humanidade mais saudável pressupõe respeito à condição psicológica de todos", ressalta o dirigente.

Policial Jéssica falando a vários internos no pavilhão.

Meta é envolver toda a população carcerária do presídio.

O mês de janeiro foi escolhido pela campanha nacional porque entende-se que é neste período que as pessoas estão mais focadas em resoluções e metas para o início de um novo ano.

A ação na penitenciária de Naviraí é conduzida pelos policiais penais Jéssica Dias dos Santos e Evandro Charao Machado, tendo como foco  a prevenção ao adoecimento emocional, o cuidado com a qualidade dos relacionamentos interpessoais e o autoconhecimento.

Bilhete distribuído aos presos: como você está se sentindo?

Internos podem manifestar por escrito.

Produtiva Mente

Outra iniciativa desenvolvida no presídio voltada à saúde mental é o projeto "Produtiva Mente - Grupo de Saúde Mental", que utiliza da arte de pintura em telas como ferramenta terapêutica de tratamento a custodiados com transtornos mentais e em medida de segurança.

O projeto é contínuo e envolve também terapia  grupal, buscando viabilizar o acesso e a qualidade do tratamento, assim como o acompanhamento da sua execução em todas as fases.

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.