Técnicos da Segov se reúnem com representantes da Agepen e da SAS para discutir elaboração do Plano Plurianual

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, agosto 13, 2015 as 10:45 | Voltar

Campo Grande (MS) – Representantes da Agência Estadual e Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e da Superintendência de Assistência Socioeducativa (SAS) se reuniram nesta quarta-feira (12), na Sede da agência penitenciária, com técnicos designados pela Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov) para discutirem sobre a elaboração do Plano Plurianual, que vai nortear as ações de Governo pelos próximos quatro anos. Definido constitucionalmente, o plano tem o objetivo de impedir que os governantes trabalhem de forma improvisada.

Adso_PPA

Consultor de Programas Temáticos, Adso Castelo Branco.

Segundo a Segov, o Plano Plurianual é o “carro chefe” do orçamento. Nenhuma ação orçamentária pode acontecer se não estiver prevista no PPA. Ele constitui uma espécie de roteiro para execução das políticas públicas, a partir do momento que autoriza que determinada política pública tenha alocação de recursos públicos nos próximos quatro anos.

Durante o encontro, os técnicos da Secretaria de Governo esclareceram como dever ser feito o preenchimento dos itens. De acordo com o consultor de Programas Temáticos, Adso Castelo Branco, a intenção da administração pública estadual é proporcionar uma transversalidade das ações entre as secretarias e órgãos do Governo, para que se possa, entre outros fatores benéficos, reduzir custos.

IMG_8921

Também participaram do encontro pela Agepen: o diretor-presidente, Ailton Stropa Garcia; os diretores de área Reginaldo Regis (Operações) e Gilson Martins (Assistência Penitenciária), a chefe da Divisão de Compras e Suprimentos, Nair Borba; o diretor da Escola Penitenciária, Vilson Guedes e o assessor de Gabinete, Jeremias Lima; pela Superintendência de Medidas Socioeducativas: Cristian Lefevre e Ana Ajala, s responsáveis pela Divisão de Planejamento; e o técnico da Segov, Geová Ferreira.

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.