Inscrições para o Prêmio de Gestão Pública encerram no dia 30 de julho

Categoria: Servidor | Publicado: quarta-feira, junho 21, 2017 as 13:44 | Voltar

Campo Grande (MS) – Os servidores estaduais já podem se inscrever na segunda edição do Prêmio Sul-mato-grossense de Gestão Pública. Com objetivo de incentivar os servidores a contribuírem para a modernização da gestão pública, valorizando e premiando ideias inovadoras, o Governo de MS vai distribuir R$ 24 mil entre seis projetos vencedores em duas modalidades.

Segundo o diretor-presidente da Fundação Escola de Governo (Escolagov), Wilton Paulino Junior, a ideia é incentivar os servidores a contribuir para modernizar a gestão pública divulgando práticas inovadoras de sucesso e ideias inovadoras implementáveis, que sirvam de referência para outras iniciativas que venham aprimorar os serviços prestados à sociedade.

 

“É importante que o servidor participe, nesse momento em que o Governo do Estado implanta um novo modelo de gestão, baseado na gestão por competência, em busca de resultados, refletindo em prestar cada vez mais um melhor serviço à sociedade sul-mato-grossense”, afirmou.

Wilton reforça que o concurso utiliza como conceito de inovação a implementação de um produto, bem ou serviço, que seja novo ou significativamente melhorado ou um processo ou um novo método de marketing ou um novo método organizacional nas práticas de negócios, na organização do local de trabalho ou nas relações externas. Os trabalhos podem ser inscritos e duas modalidades: Práticas Inovadoras de Sucesso e Ideias Inovadoras Implementáveis.

As práticas inovadoras são trabalhos apresentados por meio de relatos de práticas implementadas proveniente de desenvolvimento com esforço e conhecimento do servidor ou de um grupo de servidores, apresentando resultados mensuráveis considerados inovadores em relação às práticas anteriores. Já as ideias inovadoras são trabalhos que serão apresentados por meio de pré-projetos que possam a vir a ser implementados no âmbito do Governo do Estado de MS. Ambas as iniciativas possibilitando produzir resultados positivos para o serviço público e para as entregas para a sociedade sul-mato-grossense.

Será atribuída a seguinte premiação aos participantes:

Práticas Inovadoras de Sucesso

1º lugar: R$ 6.000,00

2º lugar: R$ 4.000,00

3º lugar: R$ 2.000,00

Ideias Inovadoras Implementáveis

1º lugar: R$ 6.000,00

2º lugar: R$ 4.000,00

3º lugar: R$ 2.000,00.

Os servidores com atuação em Campo Grande e nos municípios do interior têm até 30 de julho e podem se inscrever por meio do site. Após o envio, não será permitida, em hipótese alguma, a correção do trabalho, a alteração de dados cadastrais, bem como a inclusão, a substituição ou a exclusão de nomes de participantes. Cada concorrente poderá se inscrever como autor uma única vez, em cada categoria (Prática e Ideia).

O concurso é coordenado pela Escolagov e conta com a colaboração das Secretarias de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), de Governo e Gestão Estratégica (Segov), da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems), da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), da Federação Sindical dos Servidores Públicos Estaduais e Municipais do Estado de Mato Grosso do Sul (Feserp) e da Federação dos Trabalhadores em Educação do Estado de Mato Grosso do Sul (Fetems).

Agepen

No ano passado, um projeto desenvolvido pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), na Penitenciária de Segurança Média de Três Lagoas (PTL), ficou entre os vencedores. A produção de hortaliças hidropônicas, em uma estufa, instalada na Penitenciária de Segurança Média de Três Lagoas, ficou com o segundo lugar na categoria “Práticas Inovadoras de Sucesso”. Além do troféu, o idealizador e desenvolvedor da iniciativa, agente penitenciário Raul Augusto de Sá Ramalho, que atualmente é o diretor do presídio, recebeu um cheque no valor de R$ 4 mil. Ele concorreu com outros 11 trabalhos classificados na categoria.

Em anos anteriores, a Agepen também foi premiada com os projetos que abordavam a produção de brinquedos em madeira na Penitenciária de Três Lagoas, Central de Alvarás e reciclagem no Centro de Triagem.

 

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.