Livro com artigos de especialistas de todo o Brasil tem participação de duas servidoras da Agepen

Categoria: Servidor | Publicado: sexta-feira, novembro 5, 2021 as 13:22 | Voltar

Lançado este ano, o livro "As Múltiplas Faces do Direito Psicologia e Psicanálise" reúne um grupo de escritores que, com suas diferentes formações, trazem um rico aporte sobre suas experiências profissionais e pesquisas, distribuídas em 21 capítulos.

Ao todo, são 33 autores, dos quais nove integrantes da Segurança Pública de diferentes partes do Brasil, entre eles duas servidoras da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul (Agepen/MS): Luciana Cavalcanti Borges Mendes e Mônica Pinto Leimgruber (foto principal), idealizadora da obra e que também atuou como uma das organizadoras da publicação.

Servidora penitenciária há cerca de 18 anos, na área de Psicologia, Mônica explica que o livro é resultado de uma ideia sua de reunir depoimentos de profissionais de diferentes formações com pesquisas relevantes a esta temática.  “É importante que nós profissionais da segurança pública possamos nos empoderar deste espaço e escrever sobre assuntos que nós sabemos tão bem, produzindo conhecimento científico a partir do que vivenciamos na prática”, ressalta.

O livro faz um apanhado de artigos escritos por 33 especialistas.

No mês passado, o diretor-presidente, Aud de Oliveira Chaves, recebeu um exemplar da obra das mãos da organizadora e  reforçou a importância de profissionais da carreira participarem de uma obra, de tamanha relevância, com seu conhecimento, elevando, com isso, também o nome da instituição. “São estudos que servem de referência dentro e fora do país, então a abrangência é incalculável”, elogiou, agradecendo também o presente.

Além de Mônica, que possui doutorado na área de Psicologia, a obra também tem como organizadores os pesquisadores Ms. Raquel Icassati Almirão, Dra. Raquel Lage Tuma e mestrando Yuri Fonseca Lopes. O trabalho será apresentado, em formato de pôster, durante o 1º Seminário Internacional de Editores e Pesquisadores na área de Segurança Pública, que acontece de 24 a 25 deste mês de novembro, em Brasília.

Contribuição

Com o tema “Acompanhamento psicológico dentro do estabelecimento penal de segurança máxima do estado de Mato Grosso do Sul”, a servidora Luciana traz uma reflexão sobre o acompanhamento psicológico realizado por determinação judicial destinado aos custodiados de regime fechado no estado. O trabalho está ilustrado no capítulo 11. A psicóloga é servidora da Agepen desde 2004 e possui especialização em gestão prisional.

Já Monica, que acaba de ser aprovada em um pós-doutorado na Irlanda, é autora do capítulo 13, onde aborda a “Aplicabilidade da Lei 12.850/13 nas ações das organizações criminosas do sistema prisional” e explica sobre a relevância dessa legislação – que inseriu, formalmente, o conceito de organização criminosa no ordenamento jurídico brasileiro, criando um tipo penal específico para a prática delitiva. No texto, a escritora explana sobre conceito de organização criminosa, no que concerne à definição de “OrCrim”, na tipificação das condutas e sua aplicação legal.

Texto: Keila Oliveira.

Fotos: Tatyane Santinoni.

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.